Ainda dentro da nossa busca pelo entendimento do papel do Medo no nosso caminhar precisamos falar um pouco sobre o desconhecido que está diante dos nossos caminhos.

Se perguntarmos, eu creio que a maior parte das pessoas dirão que querem crescimento pessoal. Entretanto muitos se limitam ao crescimento dentro da sua zona de conforto. Isso se deve ao fato de as pessoas terem dificuldade de encarar os seus medos e não há dúvidas que um dos maiores medos que reside no ser humano é o medo do desconhecido.

Entretanto não há crescimento real e efetivo se não ousarmos enveredar pelos caminhos do desconhecido. Esse é o momento em que os medos mal compreendidos aparecem como agentes limitadores.

E o pior de tudo é que eles se manifestam como argumentos lógicos e coerentes. E se possível vamos apresenta-los de uma tal forma que outros concordem e apoiem os mesmos medos.

Muito da postura conservadora e rígida de alguns profissionais, é na verdade um argumento racional para permanecerem dentro daquilo que sempre fizeram. E como dizem: “sempre deu certo.” Zona de conforto, via de regra, é uma armadilha.